Notícias

Rodrigo Silva fala contra aborto: “A vida está sendo banalizada”

 

Nesta semana, o pastor e arqueólogo Rodrigo Silva falou sobre o tema aborto, em live em seu canal no YouTube. Segundo ele, pesa sobre si, enquanto influenciador cristão, a cobrança sobre um posicionamento diante do projeto de lei sobre o aborto, que tramita no Congresso Nacional, e visa tornar crime a prática em caso de estupro para gestações de mais de 22 semanas.

“De um lado existe o fato de que você ser um influenciador não significa que você é um especialista em tudo. (…) Jesus era o caminho, a verdade e a vida, e nem por isso saiu dando palpite sobre todos os assuntos que pautavam a ética de seus dias. Por outro lado, eu reconheço que o silêncio de um influenciador pode parecer uma covardia. Por enquanto, como cristão, posso apresentar meu posicionamento. Então, o farei à luz da Bíblia”, iniciou.

Em seguida, ele citou vários versículos, entre eles Gênesis 1:28 e Gênesis 2:7.

“Todos esses textos apelam para a vida como dom de Deus e para a santidade da vida”.

 

Depois, Rodrigo lembrou o que Jesus disse em João 10:10.

“Jesus fala para quê ele veio ao mundo. Veja bem, a vida, o princípio da vida é algo tão forte, tão delicado, tão importante à vista de Deus, que Jesus veio ao mundo trazer a vida”.

 

O pastor apontou ainda João 3:16 e outros textos.

“A vida é tão séria aos olhos de Deus, que ela custou a morte de Cristo no Calvário. Então, se a vida fosse algo de somenos importância, Deus teria destruído Adão e Eva lá [no Éden] e teria refeito outra humanidade. Mas não. Deus falou: ‘Eu vou dar uma chance para vocês’. E Deus considera a vida, não é só do indivíduo que já nasceu não. A vida da criança que não nasceu também está dentro desse elemento da santidade. Eu vou mostrar para vocês aqui [o] Salmo 139:16. O salmista falando para o criador: ‘Os teus olhos viram a minha substância ainda informe e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado quando nenhum deles ainda existia’. Ou seja, Deus já via o salmista quando ele era substância informe. Onde? Na barriga da mãe dele. Dizem que quando a mulher está grávida de três ou quatro semanas, o bebezinho é do tamanho de um grãozinho de gergelim, mas Deus já viu. Em alguns casos, Deus até deu instruções bíblicas pré-natais. Vamos ver Juízes 13:5, quando Deus fala de Sansão. Olha o que Deus orientou aos pais de Sansão. (…) Consagrado não depois que nasceu, [mas] desde o ventre – comentou.

 

Antes de concluir, Rodrigo destacou que “a vida está sendo banalizada”.

“A vida está sendo banalizada. (…) Eu li na Bíblia para vocês o princípio bíblico da santidade da vida. (…) Banalizar o que é excepcional é estupidez. (…) Vida intrauterina não é para ser tratada de qualquer jeito. (…) A que ponto chegamos! Muitos tratam o bebezinho que está dentro da barriga como algo que comeu e fez mal e você vai expelir com um bom remédio. Não é assim que funciona. E mesmo para aquela que decide não prosseguir com a vida e tem amparo legal, ela também vai ter muitas sequelas emocionais do feito”.

 

Assista na íntegra

 

Fonte: Pleno.news

Imagem: Reprodução/Print YouTube Rodrigo Silva Arqueologia

 

Escreva um comentário

Your email address will not be published.

You may also like

Leia mais